Piso para parquinhos infantis

Montar um parquinho infantil não é brincadeira! Mas piadas à parte, é preciso garantir que o espaço esteja em bom estado, apresente uma proposta que incentive o desenvolvimento da coordenação motora e o divertimento. E mais do que isso… é preciso evitar acidentes.

Brinquedos estragados, velhos e até novos, porém, sem determinados cuidados, oferecem riscos não só à saúde dos usuários, mas à vida deles. Infelizmente, o índice de acidentes é maior do que se deseja por conta de muitas pracinhas e parques não terem a devida atenção e prevenção. Preferir rampas a escadas, baixar a altura dos brinquedos, colocar proteções são apenas algumas das medidas que podem ser tomadas.

As normas ABNT definem revisões que precisam ser seguidas. Obedecer as melhores práticas do mercado dá ao parquinho menos chances de ocorrências. Se a prevenção de riscos e acidentes é um assunto cada vez mais importante quando se fala de locais de trabalho, imagina quando se fala de gente pequena!

Por isso, vamos mostrar o que deve e o que não deve ser feito na hora de planejar um parquinho infantil, fazendo o possível para evitar problemas e riscos à saúde dos usuários. Eles merecem esse cuidado! E o assunto vem ganhando espaço na mídia a cada dia.

Vamos a algumas dicas:

 

Exclua acessórios perigosos dos brinquedos

 

Castelos, escorregas ou outros brinquedos infantis com correntes podem fazer a diversão acabar em desastre. Isso porque os dedinhos de quem está brincando podem acabar ficando presos nos elos das correntes, correndo o risco de serem torcidos, quebrados ou até mesmo amputados. Para resolver esse problema, aposte na proteção de plástico, evitando machucados.

Outra questão são os vãos, que também podem prender dedos, mãos, pés e bracinhos das crianças, principalmente as bem novas. Os espaços entre as barras de proteção, de guarda-corpo por exemplo, e os vãos entre as ripas das plataformas devem respeitar os espaçamentos estabelecidos por norma. Observe e calcule outros impactos possíveis dos brinquedos.

 

Não deixe que o chão do parquinho infantil seja duro

 

Um chão que não absorve impactos resulta em ferimentos, muitas vezes graves até em quedas bobas.

A areia deve passar por uma manutenção constante para que permaneça macia, da mesma forma a grama natural.

Para diminuir machucados e evitar contusões, pesquise sobre as diferentes soluções de superfícies no mercado que amenizam o impacto de quedas.

Nós, é claro, indicamos os pisos modulares recreativos como uma opção segura, limpa e funcional para o parquinho infantil. Elas foram estrategicamente fabricadas para produzir o máximo de diversão com o mínimo de riscos.

 

As dicas mais modernas do segmento

 

Estude as áreas livres

 

É preciso que haja espaço entre um brinquedo e outro. Algumas dicas sobre as áreas livres são:

  1. Entre um balanço e outro: 1,5m da ponta do assento do balanço até a estrutura de sustentação do outro balanço.
  2. Área livre na frente e atrás do balanço: a distância horizontal entre o balanço em posição de repouso e o balanço a 60 graus, mais 1,75m quando a superfície de absorção colocada for sintética, ou mais 2,25m quando a superfície de absorção colocada for material não compactado (ex. areia).

Área livre para escorregadores: mínimo de 1m para as laterais do escorregador e em torno de 2m na seção de saída.

 

Planeje, seja ecológico, aproveite os espaços

 

Ao se atentar para localização, infraestrutura e manutenção do parquinho infantil, as chances de diminuir os acidentes com crianças são muito maiores, mas não apenas isso. Assim, você pode também fazer mais por elas, criando um espaço inédito e agradável. Com escolhas mais conscientes, você leva em conta a durabilidade e a manutenção dos artigos escolhidos.

Pode observar: as escolas de mais alto padrão aquelas que são especializadas em atender o público infantil, vivem na saia justa porque pais e mães não suportam que os filhos se machuquem desnecessariamente. Isso cria uma tensão enorme para os responsáveis. Daí a importância de fazer todo o possível para evitar os acidentes.

 

Que piso é mais adequado?

 

Conheça mais sobre os pisos modulares recreativos clicando aqui.

O piso reduz ruídos, é retardante ao fogo, ameniza impacto, é ecológico e de fácil manutenção.